05 fevereiro 2007

Bombeiros Voluntários de Moçâmedes e seu 1º Comandante, José Sacadura Bretes



O Corpo de Bombeiros Voluntários de Moçâmedes por acasião da peregrinação da Imagem de Nossa Senhora de Fátima a Moçâmedes, em 1848

.
    
           José Sacadura Bretes. 1956 

          
 José Sacadura Bretes vê-se ao lado do Governador, na tribuna, a assistir a um torneio de basquetebol feminino realizado no campo de jogos do Sporting Clube de Moçâmedes



Sobre José Sacadura Bretes, 1º Comandante e fundador da Associação dos Bombeiros Voluntários de Moçâmedes, grande aficcionado da arte do toureio, pessoa simpática e cheia de iniciativa,  que me habituei a ver montado no seu cavalo a percorrer as ruas das cidades,  foi ele quem organizou a 1ª tourada da região do Namibe. Conta-se que tendo recebido um cartão de "Boas Festas" do Governador, com todos os seus títulos de Capitão de Mar-e-Guerra, etc, respondeu ironicamente,  agradecendo e assinando: "José de Sacadura Bretes, Director da Alfândega, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Moçâmedes, Juiz substituto, viajante do vapor Cuanza"...(*)
 


José Sacadura Bretes, na foto à dt, montado no seu garboso cavalo no interior do velho campo de futebol, quando se preparava para participar num desfile de carros alegóricos, por ocasião das festividades do Centenário da cidade de Moçâmedes, a 04 de Agosto de 1949. 




Enfim José  Sacadura Bretes era uma pessoa de grande iniciativa e possuidora de muitas valências intelectuais , ele foi director da Alfândega Moçâmedes, e enquanto ali viveu salientou-se como  poeta , cavaleiro, caçador, foi ele quem teve a ideia da criação dos Bombeiros Voluntários de Moçâmedes de que foi 1º Comandante.  Não sendo pessoa de meias palavras, Sacadura Bretes acabaria por ter, em Moçâmedes, um debate intelectual com o Padre Almeida, no meio do qual ele fez um soneto criticando a usura do padre que emprestava dinheiro a juros.  Era um poema  composto de tal modo que lendo a primeira  letra ou a 1ª silaba de cada verso, juntando-as  estas formam a palavra ou frase desejada, lendo na vertical, de cima para baixo ou no sentido inverso. (acróstico)


Ficam estas recordações.

MariaNJardim




Sem comentários:

Enviar um comentário