26 abril 2007

Porto Alexandre (actual Tombwa): 1. Grupo feminino de acção católica 2: Espectáculo no Club Recreativo (1961)



Esta foto foi tirada durante um espectáculo realizado no ano de 1961, no Cinema do Clube Recreativo de Porto Alexandre, pode ver-se, entre outros, o casal Eteldina Carvalho Frota (Tedina) e José Manuel de Frota (Chefe de Produção do Rádio Club de Moçâmedes e grande comunicador) em primeiro plano, o Dr. Moreira de Almeida, (médico e figura muito estimada no distrito de Moçâmedes), e mais atrás, Alexandre Francisco Trocado (conhecido por Xanduca), Marrão (da Cimar), Eduardo Faustino (gémeo) e Parente. O Clube Recreativo de Porto Alexandre, implantado num velho edifício no centro da Vila, era nessa época o grande animador da cidade. Foi alí que os alexandrenses começaram a assistir às primeiras sessões regulares de cinema, foi alí que se desenrolaram as várias manifestações sócio-culturais que animaram a vila com frequentes bailaricos e reuniões várias, onde não faltavam os jogos de cartas, jogos de "batota" e outros, quer a dinheiro quer a maços de cigarros, um dos grandes entretenimentos dos alexandrenses do sexo masculino após o dia de trabalho e até à hora de jantar.
Fotos: «Recordar Angola»



CLUBE RECREATIVO ALEXANDRENSE
 
Este Club, fundado em 1920, um ano após a formação do Independente Clube de Porto Alexandre, no tempo colonial encontrava-se sediado num velho edifício no centro da Vila, e era  alí o local onde se realizavam todas as manifestações sócio-culturais: bailaricos, reuniões de todo o género, havendo também salas de jogos onde os homens da terra jogavam  à "batota" quer a dinheiro, quer a maços de cigarros a que não faltavam clientes, especialmente entre as cinco horas da tarde e a hora de jantar, e foi no Recreativo o ponto de encontro que pela primeira vez pod alexandrenses puderam assistir  a sessões regulares de cinema. Possuía uma Guiga para regatas a remos que talvez utilizada em outros tempos, teria acabado os seus dias corroida e desgastada. 

Centenário de Porto Alexandre. Resumo da Reportagem em 8.1.195. Sessão Solene no Clube Recreativo Alexandrense, fundado em 1920, com as seguintes representações: Carlos Moutinho (chefe de produção do Rádio Club de Moçâmedes), Magalhães Monteiro (Diário de Luanda), colono Sebastião Sena,  Câmara Municipal de Moçâmedes
 (Raul Radich Junior, Virgilio de Carvalho, Abilio Gomes da Silva, e Rui Mendonça Torres). Como porta.bandeira Artur Trindade, Secretário da Câmara Moçâmedes. O discurso foi efectuado pelo Capitão Gastão de Sousa Dias.


 


Nesta foto, tirada no interior do Colégio Cónego Zagalo por volta dos anos 60, e representativa do Grupo de Senhoras da Acção Católica alexandrense, reconhece-se, de cima e da esq. para a dt.: Maria da Graça Neves Graça, Nide Ilha Sena, Josefina Tendinha, Lídia Delgado Peleira, Maria Feiteira Trocado, Margarida e Angelina Barreto. Em baixo: Lurdes Ilha Tendinha, Gladys Sampaio Nunes, Zica Cristão Marques e Beatriz Assunção. Os movimentos de acção católica no feminino, eram em geral constituídos por senhoras bem colocadas na sociedade, que se dispunham a fazer a sua acção social de apoio e ajuda aos mais carenciados, e de facto as senhoras que aqui vemos faziam parte desse grupo de famílias muito conhecidas e consideradas, que constituíam o eixo em volta do qual gravitava a vida social e económica da cidade de Porto Alexandre


Para mais informações sobre o movimento de Acção Católica iniciado em Portugal no período entre guerras, do século passado, tendo por objectivo uma intervenção junto das massas populares, em ordem à restauração dos valores do cristianismo: http://www.agencia.ecclesia.pt/noticia_all.asp?noticiaid=45659&seccaoid=3&tipoid=186Sobre famílas alexandrenses, para mais informação: http://geohistharia.blogspot.com/2006/02/relembrando-porto-alexandre-i.html






Sem comentários:

Enviar um comentário