02 agosto 2008

Gente de Moçâmedes: Rapaziada da Torre do Tombo na década de 50
















Nesta foto, tirada na Praia do Cano (*), e gentilmente cedida por Amilcar Almeida, reconheço, da esq. para a dt.:
Atrás: José Fernando Soares, Armando Esteves Isidoro (Trovão) Carlos Manuel Guedes Lisboa (Lolita), José Viegas Ilhas (Zeca), Dena Lopes, Mário Ferreira, ? e Daniel Freitas (Licas). Deitados, estão Gabriel, Sena, Amilcar e Mário Chouriço. Dir-se-ia que está aqui a equipa de reservas do Ginásio Clube da Torre do Tombo, o clube pioneiro de Moçâmedes. Ao fundo, esq. de braços no ar, a basquetebolista do Ginásio, Celisia Calão.
(*) A Praia do Cano era uma pequena praia que existia antes da construção da marginal, na direcção do velho Hospital que fora mais tarde demolido (década de 50), para dar lugar aos edifícios do Governo do Distrito e das Finanças. Chamava-se Praia do Cano, porque ali bem perto havia o cano de esgoto do referido Hospital, o que só de pensar, hoje , à distância, arrepia... Não obstante, esta praia era muito frequentada na época, sobretudo por jovens como os que aqui vemos, residentes na Torre do Tombo, uma vez que era a praia que lhes ficava mais próxima. E o certo é que não há memória que algum deles tenha sido alguma vez contaminado. É caso para se dizer: «o que não mata, imuniza!»
.

Sem comentários:

Enviar um comentário