10 maio 2009

Moçamedenses da Torre do Tombo no tempo das antigas pescarias, em Moçâmedes...

Panorâmica da baía de Moçâmedes no tempo em que se encontravam ainda alí as primitivas pescarias que na década de 50 foram desmanteladas para darem lugar ao cais acostável e à avenida marginal.




o fundo, o famoso «morro das inscrições» ou morro da Torre do Tombo onde se encontram as famosas «grutas» que serviram de abrigo aos primeiros mareantes que em tempos remotos por ali passaram. Por detrás podemos ver a ponte de uma das pescarias e à esq., a meio do morro, a casa de João Martins Pereira (morgado). Chamavam «morgado» porque o terreno que a mesma ocupa fora concedido ao seu proprietário por concessão régia. Ainda hoje esta construção ali se encontra resistente à voragem do tempo, e bem merecia ser preservada como património histórico-cultural que representa. Na praia podemos ver um jovem que ali se banhava como era costume na época.
 Mariazinha Pinto, Olimpia Aquino e Raquel Martins Nunes posam para a posteridade sobre uma das muitas pontes das primitivas pescarias que circundavam a baía de Moçâmedes.















 

 



















Vae também: Moçâmedes ... Mossãmedes do antigamente...: A indústria de Pesca em Moçâmedes