22 dezembro 2007

Parque de Campismo de Moçâmedes 1970





1ª foto: Placa que ainda hoje se conserna à entrada do Parque de campismo, em homenagem a Raúl de Sousa Júnior.

2ª foto: Os primos Ascenso no terreno em frente ao Parque de Campismo «Raul de Sousa Júnior». Ao fundo fica a Praia das Miragens.

3ª foto: Nesta foto podemos ver as instalações do Parque de Campismo. Ao lado, o pequeno Rodolfo Ascenso.

Sobre este Parque, à beira-mar plantado, mesmo ali junto da Praia das Miragens, tenho a dizer que a sua construção partiu da iniciativa de Raul de Sousa Júnior (Lico de Sousa) enquanto vereador da Câmara Municipal de Moçâmedes responsável pelo pelouro do Turismo e o grande impulsionador do projecto. Congratulo-me pelo facto de 32 anos após a independência de Angola continuar ali colocada a placa com o seu nome. Raul merecia-o, não apenas pelo facto de ter sido o seu obreiro, como pelo amor que dedicou à sua terra e às suas gentes e pela pessoa bem formada e boa que foi.

2 comentários:

Olhar Nogueira do Cravo disse...

Convido a visitarem o blog da terra onde nasceu Bernardino Freire de Figueiredo Abreu e Castro, fundador de Moçamedes em www.olharnogueiradocravo.blogspot.com
Aqui podem conhecer a aldeia que viu nascer o vosso fundador, bem como divulgar algo que falte na história desse grande homem.Espero a vossa visita e a vossa colaboração.Obrigado

António disse...

Perante uma pergunta vossa no Blog "Olhar Nogueira do Cravo, quanto à Casa da Torre, onde nasceu Bernardino, vou antecipar uma informação que guardaria para mais tarde, já que de momento, a nível oficial, não há ainda decisão quanto a apoios para mandar fazer um busto a Bernardino.
Assim, consultando o livro "O Distrito de Moçâmedes" do Dr. Manuel Júlio M. Torres, nas páginas nºs 194/195, vem lá a resposta: A Casa da Torre, hoje pertença da família Vaz Pato, pertenceu aos avós maternos de Bernardino (foto 264) e a casa onde ele nasceu está na foto nº 263, hoje pertença de um familiar meu e que sempre foi referida como tal pelo povo. São casas diferentes e cuja informação ainda não está em poder do master, daí o lapso.

Enviar um comentário