17 julho 2008

Gente de Moçâmedes na Avenida Felner: início da década de 50


Mariazinha Pinto, Maria Emilia Ramos, Olimpia Aquino e Raquel Martins Nunes passeiam-se pela Avenida Felner, o nome, na altura dado à avenida sobranceira ao mar que passa pela Igreja Paroquial e faz a ligação entre a baixa da cidade e a Torre do Tombo.

Repare-se que a estrada nesta altura ainda não era asfaltada, e que ao fundo se pode mver algumas casas da Torre do Tombo (casas de João Duarte), bem como à dt., parte das instalações do antigo Grémio da Pesca e à dt., e mais à dt. ainda, o cano da fábrica de conservas SOS ou seja, da Sociedade Oceânica do Sul, já na descida para a praia.

Sem comentários:

Enviar um comentário